Erasmus+

Experiências únicas

A EPI de portas abertas ao mundo:
Participamos em projetos europeus desde 2000, de diferentes tipologias:
> ESTÁGIOS ERASMUS +, que permitem a mobilidade individual para fins de aprendizagem aos alunos EPI.
>  PROJETOS EUROPEUS que fomentam o desenvolvimento de metodologias e conteúdos pedagógicos e que envolvem docentes, alunos e parceiros de outros países.

ESTÁGIOS ERASMUS+

Construir o princípio da tua experiência profissional no estrangeiro. Começar aqui, em Lisboa, e continuar num estágio fora do país é uma oportunidade única que a EPI abre aos seus alunos.
O Programa de Estágios Erasmus+ é a possibilidade de o aluno ter um estágio profissional, durante 3 meses, num país europeu.
Ao conhecer novos métodos de trabalho e outras culturas, o aluno tem contacto com diferentes aprendizagens e acrescenta competências a experiência ao seu currículo

Mais de 700 alunos já realizaram um estágio nas suas áreas de formação em vários países europeus:  Itália, Espanha, Alemanha, Finlândia, Suécia, Dinamarca, Estónia, Roménia, Polónia, Grécia, Bélgica, República Checa, Irlanda, França,  Noruega, entre outros.

CANDIDATURA AO ESTÁGIO ERASMUS+
A candidatura é realizada junto do Departamento de Integração Profissional e Erasmus+.
É muito importante que os alunos finalistas consultem o Regulamento para ficarem informados de todo os requisitos e processo.

Ficaste curioso acerca dos estágios ERASMUS+?
Acompanha os diários de bordo de quem está ou esteve a participar no programa nesta página de Facebook e visita o Instagram
No próximo ano contamos contigo!

Informações sobre Estágios Erasmus+
COMO FAZER A CANDIDATURA?

A candidatura é realizada junto do Departamento de Integração Profissional e Erasmus+.
É muito importante que os alunos consultem o Regulamento para ficarem informados de todo os requisitos e processo.

NOTA: O formulário de inscrição só estará ativo durante o período de candidaturas.

ONDE POSSO CONSULTAR O REGULAMENTO?

Para saber quais as regras e passos a dar, ler e descarregar o Regulamento Erasmus+  AQUI

COMO POSSO SABER MAIS INFORMAÇÕES?

Existem sessões de esclarecimento, organizadas pelo Departamento de Integração Profissional, para te auxiliar em todo o processo. Os alunos são informados das datas e podem perguntar todas as dúvidas sobre a candidatura ao Programa Erasmus+.

PROJETOS INTERNACIONAIS
AO ABRIGO DO PROGRAMA ERASMUS +

As parcerias estratégicas transnacionais destinam-se a desenvolver iniciativas orientadas para um ou mais domínios de educação e de formação.  Permitem que as organizações  adquiram experiência de cooperação internacional e reforcem as suas capacidades e/ou que produzam resultados tangíveis inovadores e de elevada qualidade, com claro impacto a nível individual e institucional.
A EPI e  a ETIC têm participado em projectos internacionais para a promoção da inovação e intercâmbio de boas práticas.

Projeto LET’S ACT TOGETHER AGAINST CLIMATE CRISIS

Este é um projeto que pretende sensibilizar todos os intervenientes para as alterações climáticas e os seus efeitos no meio ambiente, além disso quer também incentivá-los a lutarem em conjunto por um futuro mais verde e sustentável e a serem porta-vozes da sua casa comum, o planeta Terra.

O que motivou a criação desta iniciativa foi o ‘Pacto Ecológico Europeu’ (PEE), aprovado em 2020. O objetivo é alcançar mais europeus, fornecendo-lhes informações sobre o PEE, os objetivos, planos e propostas da Comissão Europeia para todos os países. Pretende-se alertar os participantes não só para a importância deste acordo vital, mas também levar as pessoas a reagir contra este problema, através de movimentos ativos, cooperação e partilha de boas práticas.

O projeto ‘Let’s act together against climate crises’ engloba encontros internacionais em três cidades: Berlim (Alemanha), Lisboa (Portugal) e Instambul (Turquia), onde se tomarão ações reais contra a Crise Climática. Em cada país trabalhar-se-á um subtema diferente: Zero Resíduos e Reciclagem, Água Sustentável e Perda de Biodiversidade.

A implementação destes temas decorre em três etapas: antes, durante e após o encontro:
– Antes de cada encontro, os alunos realizam pesquisas, recolhem dados e preparam apresentações sobre o subtema, focando-se em duas questões: Que ameaças enfrentamos? O que podemos fazer para eliminar essas ameaças à luz do ‘Pacto Ecológico Europeu’?
– Durante o encontro, preparam dois produtos comuns: um ‘guia de dicas em forma de e-book’ sobre o subtema e um ‘vídeo de dicas curtas’ sobre os seus hábitos ambientais. Em simultâneo, realizam atividades que integram o currículo escolar em experiências reais: oficinas de TIC, eventos ao ar livre, passeios, conversas com especialistas.
– Após o encontro, todas as tarefas e atividades serão divulgadas nas plataformas sociais de cada escola parceira, a fim de conscientizar os membros da escola, pais e comunidades locais. No final do projeto todos os trabalhos irão resultar num único filme e guia de dicas em forma de e-book.

Objetivos e vantagens para os alunos envolvidos:

  • Melhorar as suas competências digitais através da produção de brochuras, panfletos, filmes, etc.
  • Melhorar a capacidade de trabalhar em equipa
  • Desenvolver a língua inglesa por trabalharem em equipas internacionais
  • Superar o medo de falar em público
  • Despertar o interesse para assuntos ambientais

Parceiros
Mediencollege Berlin gGmbH, Berlim, Alemanha
Mehmet Çok Programlı Anadolu Lisesi , Istambul, Turquia

Facebook
Instagram

Projeto MUSIC FOR FREEDOM
A educação e o trabalho na prisão são acções essenciais para promover a reintegração social dos reclusos e o projecto Music For Freedom visa facilitar a sua activação através da criação de workshops  e espaços de produção relacionados com o mundo artístico do Hip Hop. Esta cultura provou ser um poderoso meio de envolvimento, sensibilização e auto-expressão para jovens com menos oportunidades em todo o mundo e especialmente para aqueles em risco de desvio, já condenados ou em liberdade condicional.

Objetivos

Apoiar o bem-estar e a expressão pessoal, processos educativos e de reabilitação de jovens condenados através de programas não formais, musicais e de educação técnica em estabelecimentos prisionais europeus (e turcos).
Aumentar as oportunidades de redenção para jovens com condenações penais ou em liberdade condicional, detenção ou pós-detenção através do desenvolvimento de competências profissionais, artísticas e tecnológicas no mercado hip-hop.
Melhorar as competências e modelos de intervenção dos educadores (geralmente jovens trabalhadores) dentro ou fora da prisão para incorporar e expandir estes processos de educação musical no sistema de justiça criminal.
Tendo em conta as diferenças entre os sistemas nacionais de justiça penal, estabilizar e aumentar a introdução de espaços/workshops de experimentação e produção musical em estabelecimentos prisionais, tanto para jovens como para adultos.
Oferecer novas oportunidades profissionais e de emprego a jovens reclusos ou ex-reclusos, desenvolvendo sinergias e colaborações com a produção musical e empresas de arte.

Parceiros
Arci Liguria – Génova, Itália
Asturia – Minderhout, Bélgica
aufBruch – Berlim, Alemanha
CPIP – Timisoara, Roménia
EFA – Génova, Itália
ENTER – Graz, Áustria
Izmir Probation Directorate – Izmir, Turquia
ETIC – Lisboa, Portugal

Website
Facebook
Instagram

Projeto BRIGHT CAREERS
O objetivo deste projeto, financiado pelo programa Erasmus+, é fazer crescer indivíduos felizes e profissionalmente satisfeitos e que façam um trabalho adequado à sua personalidade, como resultado de um planeamento adequado da carreira.
Este projeto envolveu estudantes do ensino secundário com idades compreendidas entre os 14-19 anos.
O objectivo era aumentar a sensibilização para fazer um planeamento de carreira baseado em traços de personalidade e fazer com que os alunos utilizem esta competência durante toda a sua vida e se tornem indivíduos felizes na sua educação e vida profissional.

Objetivos

1. Tornar os estudantes conscientes dos seus traços pessoais e do seu nível de auto-eficiência
2. Fazer com que os estudantes adquiram conhecimentos detalhados sobre oportunidades de emprego na Europa
3. Informar os estudantes sobre os seus trabalhos de sonho
4. Informar os estudantes sobre ‘Gestão do Processo de Planeamento de Carreira’
5. Reduzir o número de abandono escolar precoce, através de uma orientação profissional eficaz
6. Educar indivíduos altamente motivados e felizes que realizam o seu trabalho com entusiasmo
7. Promover a experiência de aprendizagem internacional
8. Reforçar o intercâmbio cultural e melhorar as competências linguísticas.

Países participantes:  Turquia; Irlanda, Roménia e Portugal.

 

Projeto CREATIVE SKILLS

Este projeto promove a profissionalização dos professores participantes, bem como dos seus pares e a implementação das competências do século XXI nas agendas estratégicas das escolas, através de redes internacionais.
Além das competências profissionais, espera-se que as escolas ensinem aos alunos competências transversais que lhes permitirão tornarem-se bons trabalhadores, empresários e cidadãos.
Nos últimos anos, estas competências têm sido rotuladas como “Competências do século XXI”.
Em vez de as integrarem individualmente, as escolas de Ensino e Formação Profissional (EFP) podem trocar conhecimentos e colaborar internacionalmente para desenvolver estratégias partilhadas para integrar as competências na sua própria educação.
Neste projeto, financiado pelo programa Erasmus+, os parceiros visam definir as Competências mais relevantes do Século XXI para a educação da indústria criativa, analisando o fosso entre as necessidades da indústria e as ofertas educacionais (EFP).
Na prática, oito escolas parceiras trabalharam em conjunto para formar professores na aplicação das competências certas do século XXI durante seis semanas de formação.

Mais informações em Creative Skills 21.
Países participantes: Países Baixos, Finlândia, Reino Unido, Bélgica, Espanha, Itália, Suíça e Portugal.

 

A Covid-19 teve um enorme impacto, também na educação. A maioria das escolas secundárias, no ano letivo de 2020-2021, leccionou apenas 30% a 40% de aulas presenciais.
O desafio foi enorme para muitas escolas de Ensino e Formação Profissional (EFP), onde o ensino prático constitui uma parte importante do ensino global.
O principal problema das escolas de EFP no campo dos Meios de Comunicação e Design é a aprendizagem online da criatividade e das competências (digitais) que lhe estão associadas. Mas também outras escolas, onde a criatividade é uma parte importante da sua educação, enfrentam os mesmos problemas.
Em todo o lado, as escolas procuraram possibilidades e oportunidades de educação online e digital.
O que aprendemos até agora? Qual é a vantagem da aprendizagem e do ensino digital e online? O que é que professores e estudantes precisam para obter melhores resultados com a aprendizagem e o ensino online e digital?

Objetivos
Encontrar respostas a estas questões, mas também reunir professores de diferentes países para trazer mais e/ou de novo vida à internacionalização.
O principal resultado será um intercâmbio internacional entre os parceiros sobre boas práticas, experiências e estratégias para implementar a educação online e a criatividade digital na educação profissional.

Os professores participantes receberam formação por parte de peritos internacionais e actuaram como ‘embaixadores’ junto dos seus pares nas suas instituições, de modo a que o seu conhecimento e experiência se espalhem, de forma a integrar as competências na educação online  e na criatividade digital nos seus currículos.

Países participantes: Países Baixos, Reino Unido, Espanha, Bélgica, Itália, Finlândia, Suíça e Portugal.

“ELFS – Entrepreneurial Learning for Future Sustainability” é um projecto financiado pelo programa Europeu Erasmus+ que visa desenvolver ideias de negócio inovadoras e sustentáveis, combinando as áreas de Moda, Media e Cabeleireiro.
Durante o projecto, serão envolvidos cerca de 120 alunos e 20 professores dos vários países que fazem parte da parceria.

Países participantes:  Finlândia, Países Baixos, Suécia, Eslovénia e Portugal.

 

“Eirene: using community learning paths to tackle bullying” é um projeto Erasmus+, financiado pela União Europeia ao abrigo da KA2 – Parcerias Estratégicas e reúne oito parceiros europeus, cada um com conhecimentos e experiência específicos.

Objetivos

1.     Melhorar a capacidade de reacção ao fenómeno do bullying no ambiente escolar;
2.     Criar uma metodologia de actualização de competências dos professores, oferecendo-lhes um conjunto de laboratórios específicos como ferramenta eficiente para enfrentar o bullying;
3.     Oferecer aos professores e estudantes (13-16 anos) a possibilidade de experimentar a nova metodologia que irá trazer uma nova consciência sobre o bullying e as formas de o enfrentar;
4.     Envolver activamente os principais membros da comunidade escolar (pais, associações, instituições) com a perspectiva de criar uma rede activa e participada para enfrentar este comportamento negativo da melhor maneira;
5.     Conceber e lançar pequenas campanhas nos meios de comunicação social para combater o bullying.

Mais informações em EIRENE – Erasmuns Project.
Países participantes:  Itália, Lituânia, Reino Unido, Grécia, Polónia e Portugal.

O projecto “Instruction – Upskilling school teachers for education-work transition” é financiado pelo programa Europeu Erasmus+ e visa adaptar um modelo de tutoria inovador.
Os principais objectivos gobais deste projecto são facilitar a transição dos estudantes entre a educação e o mundo do trabalho, bem como reforçar a ligação entre as escolas e as empresas.
Como objectivos específicos do projecto, pretendemos definir um modelo de tutoria inovador para capacitar os estudantes e facilitar a correspondência, actualizar as competências dos professores para apoiar a transição escola-trabalho dos alunos, promover o desenvolvimento de políticas eficazes para a transição escola-trabalho e disponibilizar conteúdos de investigação relevantes para o debate sobre a melhoria da educação/transição para o mercado de trabalho.

Mais informações em Instruction – Upskilling school teachers for education-work transition.
Países participantes: Itália, Roménia, Lituânia, Grécia e Portugal.

O projeto “Servant Leadership” é financiado pelo programa Europeu Erasmus+ e irá explorar a possibilidade de aplicar a metodologia de “Servant Leadership” a grupos de trabalho compostos por professores de escolas profissionais e técnicas, a fim de melhorar a cooperação entre professores e lançar as bases para uma liderança intermédia, promovendo a criação de uma carreira a vários níveis. Para além da elaboração das directrizes para a liderança, o projecto pretende implementá-las no seio de grupos de professores que trabalham em conjunto na construção de um curso Moodle para o desenvolvimento das capacidades empreendedoras dos estudantes.
Os professores das escolas técnicas e profissionais participarão nos eventos de formação programados. Estes professores actuarão como guias dentro de grupos de desenvolvimento profissional nas suas escolas. Cerca de 100 alunos serão envolvidos para testar o curso Moodle.

Países participantes:  Itália, Polónia e Portugal.

Se a impressão 3D está a iniciar uma nova revolução industrial, está no bom caminho para revolucionar também o ensino e a aprendizagem. O resultado de trazer estas ferramentas para as salas de aula é um reacender da poderosa pedagogia da aprendizagem prática. A impressão 3D aproveita a aprendizagem prática para aprofundar a nossa abordagem educacional às disciplinas educativas tradicionais.
O projecto “3D Printing in VET” visa introduzir a utilização de impressoras 3D no EFP (Ensino e Formação Profissional) na Europa e é financiado pelo programa Erasmus+
Com este projecto, pretendemos melhorar a eficácia e adequação das práticas de formação existentes no sector, bem como promover a formação de professores e formadores do EFP na utilização de impressoras 3D em vários cursos educativos ministrados nas escolas profissionais da UE.

Com uma parceria de oito organizações que compreendem seis países europeus diferentes, os resultados desta cooperação serão:
.     Relatório de análise de necessidades e relatório de investigação sobre educação em impressão 3D.
·       Curriculum e Programa de Estudos sobre Impressão 3D.
·       Curso de formação online para professores e educadores sobre impressão em 3D.

Mais informações em 3D Printing in VET.
Países participantes: Grécia, Itália, Alemanha, Polónia, Espanha e Portugal.