Ligação ao Mercado de Trabalho

objetivo primeiro de um curso profissional é dotar o aluno com as competências necessárias para ingressar no mercado de trabalho num curto espaço de tempo. Para isso é necessário que a formação e as diversas atividades de aprendizagem coloquem o aluno em situações iguais ou semelhantes às que se verificam no mercado de trabalho aquando no desenvolvimento da sua atividade profissional e que se promova a aquisição de conhecimento sobre o funcionamento e procedimentos desse mesmo mercado.

 


Através dos Estágios Curriculares os alunos são colocados numa situação real de funcionamento de uma empresa, integrando uma equipa de trabalho, absorvendo pela prática os processos e metodologias de trabalho.A EPI desenvolve diversas atividades que promovem esta ligação da escola e dos seus alunos com o mercado de trabalho, que de uma forma articulada e sistemática vão transmitindo diversas perspetivas do funcionamento desse mesmo mercado.

A realização de Trabalhos Reais para Instituições que são os clientes e que transmitem o funcionamento do mercado pelo lado da procura. É um processo que coloca a responsabilidade da resposta no aluno que funciona como freelancer, situação muito comum nestas áreas criativas.

Contratação dos Formadores da componente técnica que sejam profissionais no ativo e que desenvolvam a sua atividade na área, transmitindo a sua experiência e processos de trabalho aos alunos, bem como todo o seu relacionamento na empresa, nomeadamente com a equipa e com o cliente.

Dotar a escola de equipamentos idênticos aos que se usam no mercado de trabalho de forma a que a transição seja o mais rápido possível sem necessidade de um aprendizagem técnica muito profunda, mas apenas realizar a adaptação aos novos equipamentos. O mesmo se verifica, e talvez, com maior acuidade, no que respeita aos softwares utilizados em cada uma áreas, já que isso é questão central para o trabalho na empresa e integração na equipa de produção.

Apresentação de trabalhos de empresas e profissionais de renome que ao apresentarem o seu trabalho transmitem a forma como foi construída a sua carreira, as dificuldades, os objetivos a que se propuseram e como tiveram de planificar o seu trabalho para conseguir ter sucesso na sua atividade profissional.

As visitas de estudo a empresas permite uma observação dos diversos locais de trabalho, nomeadamente a sua organização e planificação do trabalho.