Docentes Técnicos

PARTILHAR NA ESCOLA O CONHECIMENTO DO MERCADO

A aquisição de conhecimento deve ser acompanhado de bons métodos de trabalho, da permanente disponibilidade para aprender, de espírito crítico, de curiosidade e de uma visão do todo. Na EPI, estas qualidades, essenciais à formação dos futuros profissionais, são apreendidas através do saber e da experiência de professores que são especialistas reconhecidos e em plena atividade nas suas áreas. A grande proximidade entre aluno e professor, permite uma aprendizagem prática e um entendimento realista do meio laboral que possibilita uma rápida adaptação ao ambiente profissional.

Equipa de Docentes é uma base essencial para a qualidade técnica ministrada pela escola. Os Formadores da componente técnica dos cursos são oriundos, na sua generalidade, do mercado de trabalho, transportando para a Escola e para os seus alunos todo o conhecimento e experiência adquiridas, quer em termos técnicos quer de metodologias, a que se associa a formação pedagógica necessária. Esta permanente ligação com o mercado de trabalho possibilita uma atualização permanente dos conteúdos e metodologias que respondam eficazmente às necessidades do mercado laboral, uma relação que permite o acesso dos alunos aos intervenientes no mercado, quer sejam profissionais quer sejam empresas.

Sendo a lecionação efetuada por matérias específicas de que são especialistas e não por disciplinas, concentrando-se assim no módulo como unidade orgânica desta colaboração.

A estrutura pedagógica de cada curso assenta no Coordenador de Curso, que é igualmente um profissional da área, possibilitando uma organização específica tendo em consideração o perfil técnico do curso. A Equipa de coordenação com a colaboração dos Orientadores Educativos de Turma, tem uma boa capacidade de trabalho em equipa possibilitando a realização de vários projetos com a participação de alunos dos diferentes cursos o que potencia o trabalho interdisciplinar e em equipa dos próprios alunos durante a sua aprendizagem.

Com uma boa relação com os alunos dos cursos sob a sua coordenação e com os formadores da componente técnica permite um acompanhamento muito próximo da formação ministrada e articulação da mesma, nomeadamente entre os vários módulos e conteúdos do curso, indo por vezes além dos aspetos formativos abrangendo os aspetos pessoais que têm influência no processo formativo.