PROJETO INTERTURMAS

O espaço escola transforma-se em local de trabalho a 3 níveis: espacial, temporal e organizacional. As salas de aula são adaptadas para receber equipas de trabalho; o dia deixa de se reger pelo horário letivo e adquire a dinâmica de um dia de trabalho; os alunos trabalham enquadrados numa estrutura de equipa que segue o modelo das empresas nas áreas criativas. Cada equipa é constituída por sensivelmente 14 alunos dos diferentes cursos da EPI e por dois gestores de projeto, constituídos por um representante da área técnica e por um professor da área sociocultural ou científica. Os projetos responderam ao tema "Gente que não sabe estar". Tendo por base alguns dos pilares de uma sociedade que se quer desenvolvida, e tendo em conta que a construção dessa mesma identidade coletiva é o resultado das ações individuais e grupais, onde assentam alguns dos pilares fundamentais tais como: Cultura; Ambiente; Escola, Saúde e desporto, a materialização do conceito numa campanha multimeios pretende levar toda a comunidade escolar a uma reflexão ativa. Este projeto é apresentado em auditório a um júri, constituído por elementos internos e externos à escola.